Vladimir Brichta: “Não daremos munição para discurso truculento”