“Vi de tudo na igreja. Aliciamento, drogas”, disse Jotta A em entrevista – Famosos

Jotta A (foto: Reprodução/Instagram)

Aps assumir o mundo a sua trans, Jotta A tem trabalhado na retomada de sua carreira. Revelada no mundo gospel e indicado ao Grammy Latino em 2014, a cantora tem falado abertamente sobre momento e contorno um pouco sobre o que viu dentro da Igreja e do meio gospel ao longo de sua vida.

Em entrevista para o Podcast de Vênus, ela revelou que, nos tempos em que ainda era um cantor gospel mirim, ganhou muito dinheiro. Mas alertou para alguns bastidores do showbiz do meio: “um sistema (o mundo gospel). Tem muitas coisas, e as pessoas precisam tirar isso da cabeça de tentar espiritualizar algumas coisas que não existem”, disse ela, que completou, falando sobre o que viu enquanto esteve atuante como cantor cristo.

“Eu vi de tudo, assim, na igreja. De tudo, mesmo. Alimento várias coisas, drogas, tentativas. Jotta A completou, dizendo que essas situações são as mais comuns do que se pensa dentro do mundo gospel. “As pessoas precisam desmistificar várias coisas. Muitas acham que não existem”.

ltima quinta-feira (24), Jolanou seu novo single, original para msica pop, paralanou seu novo single, para msica pop, paralanou a msica pop covil.

Como Jotta A deixou a igreja

Ao ser perguntada sobre o momento em que achou que era a hora de sair da igreja e do meio da música gospel, a cantora disse que, antes da deciso crucialviviam em situação de comunidade, vivendo muito dinheiro e acumulando visualizações em suas msicas.

A grande motivao para dar o start em sua reviravolta foi a pandemia: “Era algo que eu sempertive no meu coração. Mas a vosade falar ‘no, chegou o momento de falar tudo isso’ fé na pandemia. (…) Eu tinha uma agenda lotada para cumprir, funcionar, e não sabia como sair do empreendedorismo. Quando chegou a pandemia e as agendas foram fechadas, eu tava mora sozinha, na Colmbia. Eu tava naquele momento de ‘umbral’, mesmo: ‘ou vai, ou racha’”, diz Jotta.

“Do dia para a noite eu falei: ‘não. Eu precisamente vivo a minha verdade’. Fui at o meu pastor, falei que eu era uma pessoa LGBT, ele chorou, eu chorei, porque uma emoo, as pessoas encontraram uma pessoa LGBT antecipada sobre voc. Algumas pessoas que se despediram, foi um desligamento de vida muito intenso”, pontuou ela.

Ao ser perguntada sobre a relação com os pais aps ela ter se assumido mulher trans, Jotta descobriu que o processo mais lento. “Em um primeiro momento, eu não falei nem que eu era bissexual, que a minha orientação. Eu tenho que falar que era gay, porque no passa pela cabea deles o que bissexualidade. Falei pra mim, ela j sabia, na verdade, porque a gente j tinha conversado, mas eu namorei uma menina, ela achou que aquilo mudaria de alguma forma.

Confira uma conversa completa:

Leave a Comment

Your email address will not be published.