Vencedor do Oscar, ‘CODA’ é remake do filme inglês: veja diferenças

O longa “CODA” (“No Ritmo do Coração”) fez história ao ser a primeira produção distribuída por um serviço de transmissão (Apple TV+ nossos EUA, Prime Video no Brasil) a ganhar a estatueta de Melhor filme Sem Óscar. O que nem todo mundo sabe é que a história é um remake de “La Famille Bélier”, produção francesa de 2014.

O show de respingos de hoje (31) comentam as principais diferenças entre ossos filmes. “CODA” acompanha uma família de quatro pessoas, em que apenas a filha mais nova é ouvinte. Ruby (Emilia Jones) é cantora e estudante do ensino médio, mas precisa dividir o tempo entre os estudos e ajudar os pais e o irmão, surdos, com a pesca.

Em ambos os filmes, a família é de uma classe trabalhadora. No original, seus membros são donos de uma fazenda de gado. Sem remake, são pescadores.

Você tem que filmar são muito parecidos e têm alguns posicionamentos de câmera semelhantes. O próprio produtor de ‘La Família Bélier’ sugere que uma história remake americano e pequenas diferenças, como profissão. Renata Boldrini, da Ingresso.com.

Em ambas as produções, o filme fica sem áudio em alguns momentos para mostrar a perspectiva dos pais surdos assistindo à filha Ruby. Apesar disso, no original os atores não eram surdos de verdade, enquanto no remake sim.

Isso fé uma questão muito discutida na época do filme original. A sociedade surda da França fez um escarcéu com toda legalidade porque deveria ter atores surdos no filme. Os que interpretaram os levaram quatro meses para aprender a linguagem de sinais. Renata Boldrini

Troy Kotsur, que interpretou Frank no remake, também ganhou o Oscar de Melhor Ator e fez um discurso emocionante na linguagem de sinais. Ele foi o primeiro a vencer essa categoria na premiação.

Outra diferença entre os filmes é que no original a questão da surdez é tratada como segundo plano, enquanto no remake tem destaque mais.

‘CODA’ tem uma vantagem que é uma ideia mas contínua por trás da produção. A versão original o amadurecimento da protagonista e a família surda está em segundo plano. Quando a versão americana traz isso para o primeiro plano, deixa o filme um pouco mais forte. Roberto Sadovski, colunista Splash

‘Splash Show com Zeca Camargo’

Apresentado por Zeca Camargo hoje quinta e sexta, o “Splash Show” assume sua pegada mas pop, discutindo os assuntos que estão bombando nas Seriesnossos filmes e também na música. O programa vai ao ar às 13h no YouTube do Splash.

Leave a Comment

Your email address will not be published.