um concerto nas salas de cinema

Um evento que juntou milhares em todo o mundo. Em várias salas de cinema abrem as portas para receber o evento do grupo BTS

Ao mesmo tempo que as salas enchiam, no estádio olímpico de Seul, o grupo sul-coreano BTS sofreu no palco. Em Portugal, a empresa UCI trouxe algumas das suas alas o formato: concerto visualização ao vivo.

O relógio marcou as 8h45 da manhã quando os cinemas abriram as portas aos fãs do BTS, como chamadas ARMYs. Apesar de tudo o resto estar fechado – todas as lojas, restaurantes e o parque de estacionamento – havia uma grande fila de pessoas.

Já na sala do cinema do UBBO (antigo Dolce Vita Tejo, nos arredores de Lisboa), os gritos, danças e músicas, transportesam-nos para um verdadeiro ambiente de concerto. Nos momentos que antecederam o começo, já era possível ver no ecrã, o estádio com ARMYs sul-coreanas igualmente a espera. Para dar início, apareceu um vídeo introdutório do grupo a preto e branco no grande ecrã que originou gritos de encanto.

Proíbidos de cantar no estádio

Ao contrário do que foi anunciado nos cinemas, em pleno apelo a uma placa proibida de e proibido de cantar. Esta foi uma das regras para contenção da vírus da Covid-1.

Leave a Comment

Your email address will not be published.