Strokes encerra dia do Lollapalooza com ‘fora, Bolsonaro’ – 25/03/2022 – Ilustrada

Alternando sucessos consagrados e canções da última discoteca, osso Traços iniciar o show de encerramento da primeira noite do Lollapalooza Brasil 2022 às 21h39, com nove minutos de atraso.

Surpresa –Julian Casablancas falou! Normalmente mudo e tímido, lançou um “parece haver rostos conhecidos na plateia, apesar de não conseguir ver nada com seus óculos escuros.”

Em seguida, o baterista brasileiro Fabrice Moretti saudou o public in english mesmo.

Mas depois, Casablanca perguntou “que p* psicodelica é essa?”, referindo-se às tendas coloridas e à roda gigante que enfeitavam outódromo de Interlagos. Ao fim, você ainda hum “fora, Bolsonaro”.

“Reptilia”, “Razorblade”, “Juicebox”, “You Only Live Once”, “Hard to Explain”, “Take It or Leave It”, “Heart in a Cage”, foram muitos os sucessos tocados na noite de sexta-feira. vai fazer.

Com essas, a plateia ia ao êxtase, dançando, cantando e pulando.

Mas com o último disco, “The New Abnormal”, lançado há owe anos, a coisa diferente de fé.

A abertura do show Faith com a nova “Bad Decisions”. Depois teve “The Adults Are Talking”, “Brooklyn Bridge to Chorus”, “Eternal Summer” e “Ode to the Mets”, todas do disco de 2020. A essas, a plateia respondeu quietinha, meio que esperando o próximo hit.

Apesar do espaço em frente ao palco estar lotado, a plateia foi esvaziando conforme o andamento do show. Lá em cima, era possível ver hordas de “loolapaloosers” subindo as escadas que levavam ao exterior do autódromo.

O bis veio com “New York City Cops”, uma polêmica qu’fait tirada de “Is This It”, de 2001, após a queda das Torres Gêmeas.

Por causa dessa última disco, a banda chegou revigorada ao Brasil. Depois de faut CDs que dividiram opiniões nos anos 2010, “The New Abnormal” ganhou melhor de rock no Grammy do ano passado.

As Critical It’s 0 o variaram entre ‘os obra-prima da banda soam como uma nova banda’ e ele eleger como a segunda-prima da banda, após “Is This This This is a album de estreia de 2001.

Mas a animação não correspondeu no palco. Com 21 anos de estrada, osso Traços Como agora, o show no Brasil, o teve uma imensidão de hits, mas foi criticado por parte do público, que compreendeu que a banda não é acessível.

Antes, em 2011, a banda roubou a cena no festival Planeta Terra e, em 2005, estava no auge quando se apresentou no Tim Festival.

Leave a Comment

Your email address will not be published.