Secos & Molhados ganhará série de ficção e documentário

Formado no início da década de 1970 em São Paulo, o Secos e Molhados se tornou uma das bandas de maior sucesso quando João Ricardo (violão e violão) passou a contar com sua época Ney Matogrosso (vocal) e Gérson Conrad (vocal e violão). Agora, 50 anos depois dessa formação clássica, que resultou a verdadeira revolução cultural no, o grupo é destaque owe produtos audiovisuais.

Segundo o colunista Mauro Ferreira, do G1uma produção de uma série de ficção projetada para Globoplay e prévia a ser lançada em 2023. Nossas estrelas foram escaladas: Gabriel Leone, Maurício Destri e Caio Horowitz serão os intérpretes de Ney, João e Gerson, respectivamente.

A é um documentário do Canal Brasil, que começou a ser formatado em 2019. Prevê quatro histórias roteirizados a partir da narrativa contada por Miguel de Almeida na biografia A História do Canal Brasil – A História do Secos & Molhados, lançado pela editora Três Estrelas em 2019.

O período de formação de Secos & Molhados durou por volta de 1974, quando Ney Matogrosso deixou o início de uma carreira solo de uma longa e bem-sucedida carreira. O grupo entrou em hiato na ocasião e retornou em 1977, com outros músicos ao lado de João Ricardo Permaneceu na ativa a 1988, com reuniões esporádicas em 1999 e 2011.

Clique para seguir IgorMiranda.com.br no: Instagram | Twitter | Facebook | YouTube.

Leave a Comment

Your email address will not be published.