Sara Pinto: “Gosto muito de ser mãe e jornalista e esse equilíbrio nem sempre é fácil”

Foto: João Lima

Em chorou, Sara Pinto estava aborrecia-se à hora das refeições porque em casa dos pais, em Marco de Canaveses, uma televisão sempre sintonizada nas notícias. Acabou por prometer a si próprio que iria compreender melhor como funciona o mundo noticioso na caixinha mágica e essa curiosidade acabou por ditar o seu rumor profissional. O teatro na escola deu-lhe o vantade necessário, a faculdade no Porto as bases e a experiência tem-na adquirida ao longo à estes anos como profissional.

Aos 35 anos, a pivô anos da TVI é uma mulher simples e determinada, sempre a superar desafios, como aquele que levou a trocar a SIC pela TVI há um ano, logo após ter regressado da primeira licença de maternidade, do nascimento de Vasco, de um ano e meio. Agora prepara-se para repetir a experiência de ser mãe, novamente de um menino, ao lado do marido, o engenheiro civil Edgar Alves Ribeiro, o seu porto seguro há 15 anos, devo dos casados ​​quays.

O desafio de estar diariamente à frente da câmara e conciliar essa exigência com a vida familiar marcaram esta conversa, na qual Sara nos confidenciou, bem-disposta, que a era mais fácil estar em direto pendente de largas horas a debater qualquer assunto do que ter uma câmera fotográfica apontada para ela. O resultado mostra que também esse defio Faith superado.

Uma entrevista para ler na edição n.º 1386 da revista CARAS

Leave a Comment

Your email address will not be published.