Revelado vídeo de Johnny Depp a causar distúrbios violentos em casa

Revelado vídeo de Johnny Depp a causar distúrbios violentos em casa

As imagens foram divulgadas no âmbito do julgamento que opõem à sua ex-mulher Heard.

Acusada Amber Heard de difamação.

JOhnny Depp está a processar um ex-mulher Âmbar Ouvido por amação, num julgamento que é ser hiper mediático, ate porque tem sido sido diferida em direto. O ator uma indenização de 50 milhões de dólares (ou o equivalente a 46 milhões de dólares) pelo artigo de opinião que Eleard declarou no jornal “The Washington Post” em 2018.

Nesse texto, a atriz e modelo relata as alegadas experiências enquanto vitima de violência doméstica. Apesar de nunca mencionar o nome de Depp, os advogados do ator dizem ser claro que se refere ao ex-marido. E isso tem a sua influência e carreira.

Antes da publicação do artigo, Amber Heard já tinha acusado o ator de a ter agredido e estrangulado em violentos e voláteis. No âmbito das audições no tribunal, fé divulgada um vídeo de Depp tem se comportado de forma errática e violenta na cozinha da casa que partilhava com Heard. Foi ele que filmou tudo secretamente e agora partilhou as imagens.

Johnny Depp é visto a barafustar, dizendo palavrões, e bater as portas dos armários da cozinha. Também porque estão objetos a serem tirados. Depois, sirva um enorme copo de vinho tinto.

“Tudo o que fiz fé pedir desculpa. Aconteceu algo contigo?”, abre Amber Heard no vídeo. “Penso que não, bebeste é tudo esta manhã? Estás das coisas”, acrescentou.

O advogado de Amber Heard questionou Johnny Depp em tribunal sobre o sucesso. “Isto é em sua casa no oeste de Hollywood. É você no vídeo. Fé violenta?”. Depp respondente: “Claramente, estava a passar um mau bocado. Não seja ilegalmente gravado pela porqueira ser encaixado com o resto das fotografias sei e bastante. Ela tentou escondê-lo de mim e depois ri-se e sorri no fim.”

E acrescentou: “Agredi um par de armários, mas não toquei na senhora Heard”. Questionado sobre se embriagado, o ator estava entregue que era “uma possibilidade”. Mais tarde, argumentou: “Não sei quanto aos outros, mas já tive experiências em que uma pessoa deixa de controlar as emoções. Não tente intimidar a senhora Heard. E porque estava ela a filmar? Se ela estava assustada de morte, porque não fugiu?”

Na sessão de segunda-feira, a fermeira privada de Johnny Depp contorno o episódio em que teve de andar a procura de uma parte do dedo do ator pela casa. Na terça-feira, Johnny Depp considera como alegações de Amber Heard “diabólicas”, contornando seus traumas de infância (uma vez que a sua mãe o espancava), abordou como mensagens chocantes que invejam sobre o cadáver da mulher e originou que nem sempre esteve intoxicado com drogas e álcool. Leia as principais declarações do ator.

Na quarta-feira, disse que Amber Heard tinha uma necessidade de violência, acusou-a de defecar na cama de ambos, e abordou o incidente em que perdeu parte do dedo. Leia como principais declarações de Depp.

Leia também o artigo da NiT que se relacionava com uma espiral descendente que caiu sóbria na carreira de Johnny Depp.

Leave a Comment

Your email address will not be published.