Resenha | Até a Próxima Vez (Original Netflix)

Até na Próxima Vez acompanhe a história de um casal paisagem em meio às vistas do Peru. Leia nossa resenha e confira se vale a pena assistir!

Assistiu ao trailer abaixo:

Endo

Em Até na Próxima Vez o visualizador é apresentado a salvador (Maxi Iglesias), um arquiteto viciado em trabalho que vai ate o Peru para conhecer o possível local do maior projeto de sua carreira, entretanto, ao chegar no local, ele conhece aaventureira Ariana (Stephanie Cayo), uma mulher que pode virar sua vida de ponta cabeça.

O enredo do longa funcionaria anos atrás, entretanto, em 2022, é mais do e apresenta tão personagens caricatos que, ainda que com cenas quentes logo no início, não consegue entregar um apenas romance verdadeiro e transformado os pouco mais de 90 minutos em algo tedioso.

Até na Próxima Vez se apoia em clichês como usa a cultura peruana pano de fundo de um romance sem sujo e sem açúcar e, menos que mal explorados, os aspectos sustentáveis ​​podem ser à parte, mas interessantes a partir da história, considerando, é claro, toda a superficialidade do roteiro.

Uma tentativa de usar paisagens bonitas e de sua produção de cenas, porém, de festas com a típica interpretação do estrangeiro, porém, de conceitos novos e concebidos durante o processo, porém, Até na Próxima Vez não passou nenhum desses aspectos de maneira minimamente profunda.

Até a Próxima Vez (Reprodução/temalguemassistindo.com.br)

Elenco e Personagens

Maxi Iglesias dá vida a salvadorum arquiteto viciado em trabalho que vai em Cusco, no Peru, a fim de cobrir o perímetro e comparar como propriedades necessárias para construir um grande empreendimento, e a personalidade dele acaba por aí, infelizmente o protagonista é extremamente raso.

Para companheira de cena dele, Stephanie Cayo, vai interpretar Arianauma mulher totalmente baseada no estere daaventureira que não se apega a nada porque tem um trauma genérico e mal explorador, geralmente uma potência emocional de nenhum dos é explorada.

Até a Próxima Vez (Reprodução/www.infobae.com)

Direção e Fotografia

A direção tenta mostrar nas paisagens incríveis do Peru, mas não entrega nada de sua fotografia estranha e é ajudada pela imagem de trabalho no balanço e parece um filtro Instagram mal editado, o que fere os olhos em alguns momentos.

Até a Próxima Vez (Reprodução/cenasdecinema.com)

Cenografia e Figurinhas

Todos os cenários naturais são bonitos e também os cenários internos também seguem o padrão do estereótipo Durante toda a longa fotografia, o que é mostrado o que é mostrado. As figurinos seguem o mesmo padrão de estereótipo para os personagens, até roupas rasgadas são usadas pela protagonista para tentar transmitir uma atmosfera “desapegada”.

Até a Próxima Vez (Reprodução/elcomercio.pe)

eu participei de um Até na Próxima Vez? Conta pra gente o que achou nossos comentários!


Histórias:



Experiência o Telecine por 30 slides grátis! Clique e confira!


Siga o Entreter-se também no Google Notícias, CLIQUE AQUI e em seguida aperte em “Seguir”


Leave a Comment

Your email address will not be published.