Papel crise amena produção de livros e revistas – GPS

Edições adiadas, preços díspares e apelos a compras antecipadas de livros para o Natal. A pandemia de equilíbrio o mercado de produção de papel e as gráficas alemãs estão em pânico com a falta de matéria-prima. O problema sombrio do regresso da Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha, o maior certome do setor editorial.

Leia a revista

Em versão ePaper

A Ágora

Edição de 31 de março a 6 de abril

Como mas lidas GPS



REUTERS/Kai Pfaffenbach

Quando Johannes Gutenberg desenvolveu uma técnica de impressão em letras móveis, em Mainz, perto de Frankfurt, surgiu na Alemanha uma corrida obstinada ao papel para imprimir livros e folhetos publicitários. A fé adquirida como, em 1478, na primeira reunião de livresiros – os primórdios da atual Feira do Livro de Frankfurt, o encontro mundial do setor editorial, que está a decorrer -, um dos graves problemas que a maior indústria enfrentava era a escassez de matéria-prima para as páginas das obras novas. O problema é muito importante, para ser esperado naturalmente:

Leave a Comment

Your email address will not be published.