Os Rolling Stones vão acabar com o próximo álbum com o novo baterista, diz Keith Richards

Keith Richards deu uma espiada na revista “Rolling Stone”, agora que foi relançada em seu segundo álbum solo, “Main Offender”, lançado originalmente em 1992.

O guitarrista abordou também o próximo trabalho do seu grupo de sempre, que será o primeiro desde a morte do baterista Charlie Watts.

Richards garante que os rumores de que Watts gravou a totalidade do próximo álbum são falsos. “Temos muita coisa dele nos arquivos, mas veja a meio [do processo] quando ele estava”, revelou.

“Queremos continuar a gravar e vamos precisar de um baterista. E esse baterista será o Steve Jordan”, afirmou Keith, referindo-se ao músico que substituiu Charlie Watts na última digressão dos Rolling Stones. “Eu disse que não [andar em digressão] sem o Charlie. Mas ele me diz que poderíamos acabar com o Steve. E me convenceu”.

Richards abordou ainda como declarações recentes de Paul McCartney, que classificou os Rolling Stones como “uma banda de versões de blues“. O ex-Beatle mesmo enviado uma nota ao grupo dizendo que declarações, dadas Durante uma entrevista à “New Yorker”, foram retiradas do contexto.

No entanto, quando eu li as primeiras declarações que havia pensado que tinha apagado e seguinteado muita coisa. uma mensagem dele a dizer que foi tudo retirado do contexto. Ele é bom tipo. Caramba, vejam as canções que ele já fez”, afirmou.

Leave a Comment

Your email address will not be published.