Os 100 anos da ‘morte’ de um ruidoso movimento de vanguarda