O som na praia do brasileiro cordial – 01/05/2022 – Lygia Maria

TEM Prefeitura do Rio de Janeiro proíbe o uso de caixas de som nas praias. Comemorei. Ouvir música na praia é acabar com a beleza natural da paisagem, é como pichar a Capela sistina, tocar matraca Durante um concerto de Chopin. A J praia afastada, muitos “DJ praianos” inconformados. Porém o que apoiam o decreto foi a grande de intelectuais de acusando o e e apoiadores de racismo e elitismo.

O argumento é o mesmo da defesa das pichações (sim, acredita quem defende): são expressões culturais de comunidades negras e pobres. Como se negros e pobres são os únicos a ouvirem música alta na praia e como se isso por causa da população adorasse pichações. Ou, seja para essasia, negros e pobres não se preocupam com as suas atitudes inteligentes os outros —o básico de uma sociedade civilizada. Logo, racismo e elitismo no estado bruto.

Ora, os chamados playboys (media/high praticam sonoras brancos). Os pobres são os que mais sofrem com a pichação: são menos os mais atingidos (quanto mais pobre o bairro, mais pichação) e têm que recuperar o patrimônio depredado.

Pichações e som alto na praia são expressões da cultura brasileira em geral, sem restrição de classe ou raça. O fundamento é uma famosa cordialidade brasileira, descrita por Sérgio Buarque da Holanda (já que “cordial” vem de “cordis”, “coração” em latim): uma insubordinação do indivíduo a objetos externos que contrariem suas afinidades emotivas. A praia é um espaço público, mas, para o brasileiro médio, isso significa que a praia é dele. Para o pichador, o muro não é do vizinho, é sua tela.

Claro que, na política, vemos práticas semelhantes: nepotismo, patrimonialismo, personalismo etc. Mas, se não defendemos esse comportamento do brasileiro cordial no Planalto, por que deveríamos defender-lo na praia? Para sermos civilizados, não podemos afagar nossos barbarismos.

LINK PRESENTES: Gostou deste texto? O Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Leave a Comment

Your email address will not be published.