No Multiverso da Loucura” é banido da Arábia Saudita

A próxima produção da Maravilha estúdios tem estrela é “Doutor Estranho: No Multiverso da Loucura”, tenho certeza de que uma quantidade de fãs encontra-se extremamente ansiosa para assistir este lançamento imperdível.

Leia mas: Marvel pediu refilmagens de Doutor Estranho 2

Mas, infelizmente, em alguns locais ao redor do mundo, este filme não será exibido, pois, de acordo com a divulgação feita por “The Hollywood Reporter”, a Arábia Saudita efetuou banimento faça longa em seu território.

Acompanhado da atitude, estava o argumento de acompanhante da atitude principal, era a presença do personagem LGBTQIA+, por exemplo, heroina America Chavez, que é assumidamente lésbica nos quadrinhos, sem uma chance de referência de suas mães na produção.

A produção está prevista para estrear no dia 5 de maio, os ingressos não se encontram mais disponíveis para a venda. Além da Arábia Saudita, o Kuwait e o Catar também tomaram a mesma atitude, pois leis, pertencem à lista dos países que possuem anti-LGBTQIA+.

Inclusive, o Catar, responsável por sediar a próxima Copa do Mundo 2022, já alegou que as pessoas LGBTQIA+ que possuam o desejo de assistirem aos jogos, não poderão manifestar nenhum afeto em público.

Já nos Emiratos Árabes Unidos, a venda dos ingressos permanece, mas não se possui conhecimento quanto ao futuro posicionamento.

Esta, infelizmente, não é a primeira vez em que algum filme da Marvel é barrado ou banido nos do Oriente Médio, pois, no ano passado, ao estrear “Eternos”, aconteceu algo semelhante, já que o personagem “Phastos” é o primeiro herói, do universo Marvel, um ser gay.

Nessa ocasião, os países pediram, mas a Disney não pediram uma edição muito animada em realizar. Porém, a versão editada chegou a ser estrelada nos Emiratos Árabes Unidos.

Leave a Comment

Your email address will not be published.