Netflix triunfa nos Razzies: “Diana: O Musical” domina os “Óscares dos piores” – Atualidade

Não é só nos Óscares: a Netflix também mostrou o seu poder no palmarés da 42.ª edição dos Golden Raspberry Awards, os prémios que distinguem os piores no cinema.

“Diana: O Musical” fé o grande “vencedor” nossos prêmios que ninguém quer receber popularmente conhecido por Razzies, confirmou a organização em comunicado ao MAG.

A versão filmada para a Netflix do grande falhanço da Broadway ganhou em cinco das nove categorias em que concorria: Pior Filme de 2021, Atriz (Jeanna deWaal), Atriz Secundária (Judy Kaye), Realização (Christopher Ashley) e Argumento.

“Space Jam: Uma Nova Era”, descrito como “mas um ‘remake’ do que uma sequela” e um “um trêsúncio publicitário de 115 minutos de todas as coisas WarnerMedia”, recebeu prêmios: Pior Ator para LeBron James, Combinação (“LeBron James & e qualquer personagem de desenho animado, ou produto Time-Warner, que ele dribla”) e Remake/Exploração/Sequela.

Houve ainda o prêmio de Pior Ator Secundário pela “interpretação controversa” (segundo os Razzies de Jared Leto em “Casa Gucci”, mais de oito anos após ter ganho o Óscar na mesma categoria com “O Clube de Dallas”.

Na categoria especial “Pior interpretação de Bruce Willis num filme de 2021”, o vencedor foi Bruce Willis: o prolífico ator tinha oito filmes na corrida e “Cosmic Sin” foi eleito o pior de todos.

Bruce Willis em “Pecado Cósmico”

” data-title=”Netflix triunfa nos Razzies: “Diana: O Musical” domina os “Óscares dos piores” – SAPO Mag”>

Bruce Willis em “Pecado Cósmico”

Will Smith teve direito a um Prêmio de Redenção que não fora anteriormente pela organização: o antigo vencedor de quatro Razzies é elogiado pela interpretação em “King Richard: Para Além do Jogo”, com o ator também deve ganhar um Óscar neste domingo.

Nomeações e vencedores dos Razzies são votadas pela internet por 1188 e distribuídos por 49 Estados americanos, entre 20 países estrangeiros, entre cineastas, críticos de cinema e pessoas unidas à indústria cinematográfica.

Os prêmios foram entregues pela primeira vez em 1981 num cinema de Los Angeles, após uma ideia de veteranos da indústria e estudantes de cinema da Universidade da Califórnia, que escolheram a framboesa como símbolo de troça.

LISTA DE PREMIADOS

PIOR FILME
“Diana: O Musical” (versão Netflix)
“Infinidade”
“Karen”
“Para Mulher para Janela”
“Space Jam: Uma Nova Era”

PIOR ATRIZ
Amy Adams (“A Mulher à Janela”)
Jeanna de Waal (“Diana: O Musical”)
Megan Fox (“Meia-Noite em Switchgrass”)
Taryn Manning (“Karen”)
Ruby Rose (“Vencer”)

PIOR ATOR
Scott Eastwood (“Perigoso”)
Roe Hartrampf (“Diana: O Musical”)
LeBron James (“Space Jam: Uma Nova Era”)
Ben Platt (“Querido Evan Hansen”)
Mark Wahlberg (“Infinito”)

PIOR ATRIZ SECUNDÁRIA
Amy Adams (“Querido Evan Hansen”)
Sophie Cookson (“Infinito”)
Erin Davie (“Diana: O Musical”)
Judy Kaye (tanto COMO a Rainha Isabel II & Barbara Cartland) (“Diana: O Musical”)
Taryn Manning (“Cada um deles”)

PIOR ATOR SECONDÁRIO
Ben Affleck (“O Ultimo Duelo”)
Nick Cannon (“Os Desajustados”)
Mel Gibson (“Perigoso”)
Gareth Keegan (“Diana: O Musical”)
Jared Leto (“Casa Gucci”)

PIOR INTERPRETAÇÃO DE BRUCE WILLIS NUM FILME DE 2021 (categoria especial)
Bruce Willis (“American Siege”)
Bruce Willis (“Apex”)
Bruce Willis (“Pecado Cósmico”)
Bruce Willis (“Deadlock”)
Bruce Willis (“Fortaleza”)
Bruce Willis (“Meia-Noite em Switchgrass”)
Bruce Willis (“Sem Hora Marcada”)
Bruce Willis (“Sobreviver ao Jogo”)

PIOR COMBINAÇÃO
“Diana: O Musical”: qualquer membro desajeitado do elenco & qualquer número musical fraco lírico (ou coreografado);
“Space Jam: Uma Nova Era”: LeBron James & e qualquer personagem de desenho animado (ou produto Time-Warner) que ele dribla;
“Casa Gucci”: Jared Leto & SEJA o seu rosto de látex de 7,8 quilos, como suas roupas peculiares ou o seu sotaque ridículo;
“Dear Evan Hansen”: Ben Platt & qualquer outro personagem que atue como seosse normal Platt cantar 24 horas por dia, sete dias por semana;
“Tom & Jerry”: Tom & Jerry (também conhecido por Itchy & Scratchy);

PIOR REMAKE/EXPLORAÇÃO/SEQUELA
“Karen” (nova versão inadvertida de Cruella deVil)
“Space Jam: Uma Nova Era”
“Tom Jerry”
“Twist” (nova versão rap de “Oliver Twist”)
“A Mulher à Janela” (exploração de “Janela Indiscreta”)

PIOR REALIZAÇÃO
Christopher Ashley (“Diana: O Musical”)
Stephen Chbosky (“Querido Evan Hansen”)
‘Coca’ Daniels (“Karen”)
Renny Harlin (“Os Desajustados”)
Joe Wright (“A Mulher à Janela”)

PIOR ARGUMENTO
“Diana: O Musical”
“Karen”
“Os Desajustados”
“Para Mulher para Janela”
“Torção”

Leave a Comment

Your email address will not be published.