Nasce na Pompeia a Pé de Livro, libraria especialista em crianças – 30/07/2021 – Folhinha

Toda vez que entra em uma livraria, Alfredo presta atenção às pessoas com o pescoço meio torto, a coluna curvada para o lado, na tentação de ler os nomes dos livros à venda. Porque, na maioria das lojas deste tipo, os exemplares ficam coladinhos uns aos outros, de pé, enfiados nas prateleiras.

As crianças pensaram que Alfredo ninguém pensou que, quando um dia ele próprio se abrisse —e ela seria sua especializada em daí e os jovens, isso era uma certeza—, ele daria um de que precisaria ficar para nem se curvar para conhecer os nomes e outros . Na sua loja, mostra tudo bem exposto, com as capas bem à mostra.

Vai uma semana a realização do sonho de Alfredo, uma biblioteca toda a ser aberta aos menores. Ela inaugurou na sexta-feira (6), no bairro da Pompeia, em São Paulo, a Pé de Livro, que promete ter cerca de 1.500 livros diferentes à espera dos clientes.

Por que esse nome, Alfredo? “Enquanto pai, eu vinha tendo e percebendo nos outros pais a dificuldade com o avanço das telas vinha ficando aflito. Meu filho de oito anos nunca tinha tocado num celular, num tablet, veio a pandemia, começou uma aula online e ele descobriu os jogos”, explicou.

“E aí ficou muito claro que a maior diferença que eu posso fazer é semear o amor pela leitura, que é uma coisa que fica pra vida. Ler me fez ser o que eu sou. Tenho certeza de que o livro não perdeu o poder de sedução, basta apresentá-lo pra criança. E eu ouvi que tinha que parecer essa relação.”

A sementinha do que agora uma árvore-livraria de 50 metros quadrados e um pé direito alto, com quatro anos de altura, nasceu há muitos anos, quando Alfredo Caseiro ainda era uma criança —hoje ele tem 52 anos e se formou jornalista na faculdade .

“Eu cresci lendo. Tinha uma tia que me dava livros, e grande parte do que me tornei eu devo aos livros. Com meus filhos pequenos, a gente não saía das livrarias. Eu dizia que eu negava a qualquer coisa, mas, diante de um pedido deles para comprar livros, eu nunca dizia ‘não’”, lembra.

Alfredo adorava Monteiro Lobato gostava de ficar pensando na cabeça finais alternativos para as histórias do autor. E, além do “Sítio do Pica-Pau Amarelo”, Alfredo também tinha outra leitura favorita: a Folhinha! Pois é, assim como você, que está aqui lendo a Folhinha hoje, ele também curtia as páginas da Folha especiais para crianças.

Camila Mendes, filha de Alfredo, herdou do pai o gosto pelo jornal, e não passou também a ler a Folhinha, como escreveu um texto que foi publicado no caderno em 2015. Ela hoje tem 18 anos, e vai trabalhar com Alfredo na Pé de Livro, enquanto também estuda na faculdade de Relações Internacionais.

A nova book vai vender alguns títulos pela internet, mas tem ajudado a fazer a diferença nos livros para os clientes. “Quero sugestões preciosas”, planeja.

Poucos dias da inauguração, quando Alfredo conversou com a Folhinha, o ilustrador Rafael Coutinho, filho do cartunista Laerte, pintava uma parede especial no fundo da loja com um desenho seu, inspirado na história do Barão de Munchausen.

“Em quatro metros de altura, ele está fazendo um balão arrastando um castelo. Vai ficar lindo”, comemora Alfredo.


Livraria Pé de Livro

Rua Tucuna, 298, Pompeia. Tel.: (11) 95169-2683. Inauguração 08/06, às 10h. De ter. a sáb., das 10h às 19h.

DEIXA QUE EU LEIO SOZINHO
Ofereça este texto para uma criança praticara a leitura

Leave a Comment

Your email address will not be published.