‘Medida Provisória’, filmes de Lázaro, ganhou 75%, mas salas após boa largada em cartaz – GQ

Alfred Enoch e Taís Araújo em cena de Medida Provisória (Foto: Divulgação)

Great temor dos filmes nacionais, sumir de cartaz após uma semana não é o destino de “Medida Provisória‘, de Lázaro Ramos.

Impulsionado pela boa largada do primeiro final de semana, o longa nacional ganha 75% mais salas na segunda semana de exibição.

Da desta quinta-feira (21), onde os filmes sobe de 188 para 330 salas. O anúncio foi feito pelo próprio diretor do filme.

“O público que disse que queria esse filme incentivou aos donos de cinema a essa semana do cartaz oferecer mais salas”, escreveu Lázaro em sua conta no LinkedIn.

“E celebremos, em outras regiões do estado e inclusive no Centro-Oeste, onde não tinha exibição”, prosseguiu o diretor. A lista completa das salas que estarão exibindo “Medida Provisória” entre hoje e quarta-feira (27) pode ser conferida aqui.

“Medida Provisória” estreou sob forte concorrência na última semana, juntamente com o blockbuster “Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore”.

O filme Faith no último dia 5 em pré-estreia otimizada pela GQ Brasil em São Paulo para os ossos do Irmandade GQ, o clube de benefícios dos assinantes da revista impressa. O evento também marcou o lançamento da edição de abril da GQ, que tem Lázaro Ramos como personagem de capa.

Tudo sóbrio Medida Provisória

O roteiro de “Medida Provisória” foi inspirado em “Namíbia, não”, escrito em 2011 por Aldri Anunciação. O dramaturgo, por sinal, participou na adaptação da sua peça, integrando uma equipa de roteiro liderada pelo realizador Lázaro Ramos.

A história falada sobre os quase anos de escravidão no Brasil passado que passarão a ter direito a uma indenização como histórico00 anos de escravidão no futuro no Brasil. Em resposta a isso determinado a nova, um governo autoritário adida provisória”, em negros, agora chamado de melanina “cidadadão”, será enviado de volta à África em vez de receber uma indenização.

O público é levado a acompanhar a história a partir do trio de protagonistas: o advogado Antônio, vivido pelo ator anglo-brasileiro Alfred Enoch; Capitu, intérprete médica de Taís Araújo; o jornalista André, personagem do cantor e ator Seu Jorge.

Como parte da execução da política racista, a assistente social Isabel (Adriana Esteves) trabalhará para capturar Antonio, Capitu e André como um apoio até de vizinhos dos três, como dona Izildinha (Renata Sorrah).

Sinopse da Medida Provisória

“Em uma medida do futuro distópico, o governo decreta uma preparação provisória em uma medida de tempo passado, calculando uma reação no Congresso Nacional.

O Congresso aprova uma medida que obriga os cidadãos negros a migrarem para a África na intenção de retornar às suas origens. Sua aprovação médica pela vida do casal formado Capitú Capitúís Araújo e pelo advogado Antonio (Alfred Enoch), bem como a de seu primo o jornalista André (Seu), que mora com eles no mesmo apartamento.

Nesse apartamento, os personagens debatem questões sociais e raciais, além de compartilharem outros que envolvem a mudança do país. Vendo-se no centro do terror e separados por força das circunstâncias, o casal não sabe seguirá se reencontrar. O longa é uma adaptação de “Namíbia, Não!”, peça de Aldri Anunciação que o diretor e ator Lázaro Ramos dirigiu o teatro em 2011″

Reboque Medida Provisória

Leave a Comment

Your email address will not be published.