Kobra homenagemia trabalhador em exposição na Avenida Paulista – 29/04/2022

O trabalhador virou obra de arte. Pelas mãos do artista urbano Kobra, diversas categorias foram representadas em cenas de artes aclamadas. São profissionais da construção civil, gastronomia, enfermagem, motoboys inseridos em trabalhos que você deve desenvolver de Michelanglo, Di Cavalcanti, Portinari em um total de 30 trabalhos.

Na Exposição da Paulista começa justamente no dia 1º de Maio, Dia do Trabalhador, e é uma iniciativa da União Geral dos Trabalhadores – UGT que apresentou o tema Os 200 Anos da Independência e Nós, Trabalhadores.

O banco Rogério Marques da Silva reportado por Kobra

Imagem: Divulgação

Neste an em que o Brasil comememora 200 anos de Independência, a exposição e visibilidade à queles que, desde a educação, não privilegiou seus benefícios próprios e nem sua independência. “Pegar uma lupa e quadros analisando e pinturas da Proclamação da Independência e não vai encontrar nenhum trabalhador. Estão lá membros da Você, nenhum deles, serviços e funcionários nela.” Diz Ricardo Patah, da UGT, que julgou o posterior o. momento para este reconhecimento.

Cada painel do Kobra mede 3,5 metros de altura por 2,5 metros de largura. Em cada um há um QR Code com depoimentos em vídeo dos profissionais e, embaixo, a especificação do painel. “Todas as pessoas fotografadas trabalham mesmo nas suas profissões. Nenhuma delas destaca o artista.

A catador a Maria Dulcinéia retratada por Kobra - Divulgação - Divulgação

A catador a Maria Dulcinéia retratada por Kobra

Imagem: Divulgação

O curador Costa Netto, da DOC Galeria, destaca a importância da exposição para a classe: “Kobra é um artista incrível que saiu do extremo sul de São Paulo para ganhar o mundo. Um trabalhador que é uma inspiração para a classe trabalhadora, cara que venceu pela arte, esse percurso faltava uma exposição como essa no epicentro do país. Kobra na Paulista é um presente para a nossa cidade e uma honra para a gente.”

“O convite porque há muitos anos em minhas obras destaco grandes nomes que muitos cuidados para a Humanidade na Ciência, Arte, Humanismo, como Einstein, Da Vinci, Gandhi, Martin Luther King, Mandela e tantos Agora é a hora de destacar, como já fiz no mural ‘Candango’, em Brasília, os milhões de trabalhadores anônimos que têm a capacidade de construir e sustentar o País e de melhorar a dedicação, amor e competência, superar as adversidades e suas famílias”, diz Kobra. “É justamente por ter uma ideia de fazer 30 painéis, que será feito para isso, onde mesclo clássicos da arte paulista fotografias e cenas de 30 categorias profissionais. É a beleza da arte. A beleza do trabalho. A beleza da vida”, completa.

Coordenou a Secretaria de Organização e Políticas Sindicais da UGT e pela Maná Produções, Comunicações e Eventos, a Exposição da Paulista, uma das maiores exposições ao ar livre do mundo, ocupada de 1º a 31 de maio um quilômetro da ciclovia da Avenida Paulista, entre a Rua Augusta e Alameda Campinas.

O projeto este ano terá desdobramentos, com a realização de oficinas nas Casas de Cultura dos bairros da Freguesia do Ó e Brasilândia e no coworking Teia Perus, equipamentos da cidade de São Paulo. O fotógrafo Ricardo Rojas ministrou oficinas de Fotografia Celular / Mobgrafia Inclusiva (fotografias feitas com celulares); o jornalista, fotógrafo, sócio da DOC Galeria de Fotografia e Escritório de Projetos Culturais e curador da exposição Fernando Costa Netto dará noções de Expografia – Como Montar Exposições, com foco na fotografia; e Walter Nomura, ou Tinho, um dos nomes mais conhecidos do Graffiti na América Latina, participou ensinando como fazer um Desenho em Larga Escala.

Exposição da Paulista – Os 200 Anos da Independência e Nós, Trabalhadores, de Eduardo Kobra
De 1º a 31 de maio
Ciclovia da Av. Paulista, da Rua Augusta na Al. Campinas

Mapa com localização de algumas obras de Kobra

Leave a Comment

Your email address will not be published.