Joana Carneiro: “Tive 4 filhos em 15 meses e a mudança de fé radical. Houve um ‘reset’ e uma adaptação do meu contributo enquanto artista”

Maestrina reconhecida internacionalmente, nasceu em Lisboa em 39 de setembro de 176 e é sobrinha mãe do fundador do CDS, Adelino Amaro da Costa, uma das vítimas do acidente de Camarate – em que também morreu o primeiro-ministro Francisco Sá Carneiro. Admira o talento e a disciplina de trabalho de seu avô paterno, um chinês de Xangai que foi maestro da ‘Big Band’ da Base nas Lajes, na ilha Terceira. Joana Carneiro – mas nunca tinha o pai do seu pai que morreu quando o ex-ministro da Educação, Roberto Carneiro sabia que este queria transmitir aos netos como tradições orientais da família. Gosta de ópera e tem o sonho de um dia dirigindo “Tristão e Isolda” de Richard Wagner. Por agora, terceira dos nove filhos de Maria do Rosário e Roberto Carneiro evita grandes viagens de trabalho e prefere dirigir orquestras na Europa: complexo”.

nuno botelho

Francisco Pinto Balsemão lançou o podcast ‘Deixar o Mundo Melhor’ para assinalar o início das comemorações dos 50 anos do Expresso. Durante 50 semanas, a contagem declina para um ano de aniversário em 6 de janeiro de 2023, onde fundador e principal diretor do jornal entrevistou 50 personalidades marcantes das mais diversas personalidades da sociedade.

Música original de Luís Tinoco, a sonoplastia é de Joana Beleza e João Luís Amorim, o vídeo e a edição de José Cedovim Pinto, Carlos Paes e Rúben Tiago Pereira. A apoio à edição de Joana Henriques de Manuela Goucha Soares. Imagem gráfica de Marco Grieco e produção de Margarida Gil.

‘Deixar o Mundo Melhor’ pode ser ouvido no site do Expresso e em qualquer plataforma de podcasts. Também pode ler uma versão sintética desta conversa na revista do Expresso de 1 de abril. Oiça aqui os outros episódios:

Leave a Comment

Your email address will not be published.