Há coisas que não vêm nossos livros | Opinião

O anti-intelectualismo que tem gramado nossos últimos anos é muito perigoso. Tem sido a educação a partir da cultura, sendo a ciência extrema-direita, com expressão na forma como educação ou sendo cada vez mais negligenciada. É essencial aposta no saber, no conhecimento, na formação do sentido crítico dos cidadãos. E aí, os livros, as artes, as escolas são decisivas.

Leave a Comment

Your email address will not be published.