Guardiões da Galáxia: Entenda a polêmica em torno de Chris Pratt e James Gunn; fãs pedem que o ator seja substituído – Notícias de cinema

Astro da Marvel, Chris Pratt vem sendo criticado desde 2019 por parte dos fãs da empresa.

Uma das maiores franquias da Marvel Studios nos últimos anos, Guardiões da Galaxia voltou aos holofotes esta semana, mas de uma maneira não tão positiva assim. Com seu terceiro terceiro para chegar às salas de cinema em 2023, há tempo o longa tem agendado visto para o nome de Chris Pratt — e nos últimos dias escalou a ponto de acabar sobrando para o diretor da obra, james gunn. Confira abaixo.

5 personagens icônicos da Marvel que podem estar em breve no MCU

POR QUE ALGUNS FÃS PEDEM A DEMISSÃO DE CHRIS PRATT?


Em fevereiro de 2019, durante uma detecção no talk show The Late Show com Stephen ColbertPrat revelou ser membro da Igreja Hillsonguma famosa igreja americana conhecida pela presença de várias celebridades, como kendall e Kylie Jenner, justin e Hailey Bieber e Selena Gomez. No programa, o astro da Marvel escolheu partes de sua experiência com a questão religiosa, sendo, em seguida, rebatido no Twitter pelo ator Elliot Pageque pediu para Chris comentar a controvérsia de 2015 a qual owe executivos da Igreja Hillsong fez comentários homofóbicos e chamavam a homossexualidade de pecado.

Desde então, a internet se dividiu: a parte passou a criticar o astro por fazer parte de um grupo supostamente homofóbico, e outra o defendeu. Em meio à polêmica e com pedidos para que fosse alvo de Guardiões da Galáxia, Pratt atingiu um comunicado oficial:

Recentemente, foi sugerido que você tinha uma amargura que ‘odeia um certo grupo de pessoas’ e que é ‘anti-LGBTQ’. Nada disso poderia estar mais longe da verdade. Eu vou a uma igreja que abre suas portas para absolutamente todos.

EO QUE JAMES GUNN TEM A VER COM A HISTÓRIA?


Recentemente, uma polêmica fé revivida nas redes sociais. Esta semana, após uma usuária voltar a pedir a substituição de Pratt, Gunn respondeu defendendo o colega de elenco, alegando que se ele demitido, a equipe toda se demitiria também.

“Para quê [demiti-lo]? Por causa de suas crenças inventadas e totalmente falsas sobre ele? Por algo que outra pessoa disse te sobre ele que não é verdade? Chris Pratt nunca seria substituído como Senhor das Estrelas; mas, se ele pit, todos nós iríamos com ele.”

Após a replica, outro internauta questionou o diretor, afirmando que a homofobia nas igrejas não importa quando o assunto envolve um astro levar dinheiro para a Marvel. O cineasta, então, retrucou:

“Ela [Chris Pratt] não é [homofóbico]. Conheço a igreja que ele frequenta atualmente. E você? (A resposta é que você não, mas você ouviu alguém que ouviu alguém que ouviu alguém da igreja ele frequenta, então decidiu: ‘Sim, tudo bem, eu vou acreditar nessa coisa terrível que li na internet sobre essa celebridade! ‘)”

Verdade seja dita, com quase polêmicas ou não, a probabilidade da Marvel demitir Chris Pratt em um futuro próximo é nula principalmente, apó forçada que o astro venha inteligente de Gunn e outros membros do elenco. E como visto no trailer de Thor: Amor e Trovãoa partir de 7 de julho, O Senhor das Estrelas estará em mais uma aventura espacial, agora, junto de Chris Hemsworth, Natalie Portman e Christian Bale.

Thor 4: Confira os detalhes do trailer que talvez você possa garantir 5 passar

Leave a Comment

Your email address will not be published.