Gritos, lágrimas e poluição. Primeiros dias do “Big Brother — Desafio Final” marcados por tensão – Big Brother

Até agora, ou “Big Brother — Desafio Final” é um palco de bastantes conflitos. Parte dos concorrentes já se conheciam por terem participado noutras edições. Assim, acabam por trazer os problemas dessas casas (e ate da vida real) para esta temporada. A lavagem de roupa suja tem sido frequente.

Catarina Siqueira e Nuno Homem de Sá não eram os melhores amigos no “Big Brother Famosos 1”, que aconteceu de 2 de janeiro a 26 de fevereiro. E porque esta ameaça irá manter no “Desafio Final”, visto que já se désensteram. Leandro e Quinaz também já colidiram, sendo que o cantor aponta a dinâmica de fora da casa como motivo para tal.

Jaciara acusa Catarina de apenas ser prestável ser prestável, ao mesmo tempo que a atriz se faz por essa mesma estratégia que conseguiu chegar à final do “BBF1”, onde terceiro o terceiro lugar. Saiba, ao pormenor, o que se tem passado.

Catarina Siqueira vs. Nuno Homem de Sá

Na manhã de quarta-feira (27), Catarina Siqueira alertou Nuno Homem de Sá quanto a uma embalagem de leite que este teria posto no lixo. Em causa e a forma correta de reciclar, mas o ator não gostou da abordagem do colega ou colega. “Eu tinha acabado de abrir a pestana, vim aqui e levei com uma reprimenda sobre o lugar certo para colocar a reciclagem”, recordou.

Para Nuno, o problema estava no tom. “Eu posso pedir a alguém: ‘Olha, se não te importas, para a próxima põe ali no azul, porque não é no amarelo’. Outra coisa é: ‘Ó tu, olha, é no amarelo, é no azul'”, exemplifica, já a gritar, com o intuito de imitar o que presenciara. “Queres mesmo falar sobre isso?”, respondeu Catarina.

“Eu ainda não posso falar”, advertiu Nu. Nesta fase, já nos falamos alto. “Eu levei com uma reprimenda e não tenho nada de estar a levar com reprimendas, especialmente em voz alta”, reforçado Nuno, que disse que a colega eava aos gritos. “Eu não gritei com ele”, assegurou Catarina.

O ator não mudava de opinião: “Nas minhas orelhas, fé bem alto”. Ana Barbosa, presente em ambos os momentos, dava razão a Catarina. Fui um bocadinho hospedado, “depoisfu-me”, entrega Nuno. Quando chegou a vez de Catarina falar, a atriz referiu que os nós já não se davam muito bem no jogo em que chegar.

“O Nuno é uma pessoa com quem eu já sei mais ou menos com o que contar. Tem as suas manias, como todos nós temos, e foi uma coisa que aconteceu ate mais em tom de brincadeira. diga que eu gritei com ele. ninguém me vai ouvir gritar aqui dentro”, garantieu.

“Estás a querer a minha imagem voluntariamente. Cala-te”

Nuno Homem de Sá acrescentou: “Caiu-me mal. Foi só isso”. “O Nuno tinha e, de manhã — ele tinha acabado de sair da cama, eu podia ter esperado mais um bocado —, em tom de brincadeira, o que eu disse foi ‘ Nuno, esta embalagem é no amarelo, não é no cartão. Bom dia'”, citou, mas Nuno referiu outras frases proferidas “E, se o acessório acessório, tu também podes aprender”.

Em resposta ao colega, agora mas transformada, Catarina justificação essa declaração enquanto resposta ao que tinha ouvido (“Epa, ó Catarina, vai passear”). “E respondeu: ‘Enquanto eu vou passear, podes fazer como o Gervásio [o tal macaco] e aprenda a fazer reciclagem, porque, se ate o macaco aprenda…'”.

“Puseste a minha capacidade em questão e eu fiquei chateado com isso”, explica Nuno. Mesmo assim, os owe não se intentiam e aproveitavam o momento para rever situações nada a ver. “Catarina, o nosso estamos devendo universos completamente diferentes”, concluiu o ator, já farto.

A atriz insistia: “Eu não flu mal educada contigo”. “Ó Catarina não, comigo não. Falsidades não. Catarina, estás a querer esquivar-te de uma cena de má educação que tu tiveste que não tem escapatória possível”, atiro Nuno, continuando: “Que díspare. Joga contigo, dependes dos outros. Faz ti. Estás a entregar a minha imagem voluntariamente. Cala-te”.

“Eu não vou alimentar isto. Não vale a pena, não vou”, terminal Catarina Siqueira, que voltou a frisar que o aviso que fez a Nuno “não foi com má intenção” e que se tratou de uma “brincadeira” em vez de, como Nuno acusara, “má educação”.

Leandro vs. Quinaz

O cantor e o ex-futebolista já se tinham mal-entendido na terça-feira (26). Embora o motivo não tenha nada de especial e sim a como defenda os argumentos (que não agradou a nenhum dos nossos), Leandro parece não ter sido capaz de cair entre nós.

Na conversa com Ana Barbosa na cama, diz que estes momentos levam à sua “imagem agressiva”. “As com quem vocês estão pensando que são as coisas pendentes lá de fora de fora com pessoas com pessoas que estão pendentes, é pensada para tudo.

O artista acabou por revelar que Quinaz terá tempo para entrar em contato com ele. “Antes de vir para aqui, mandou-me mensagem. Eu vim para aqui sozinho, divertir-me”, referiu, originando que não respondeu ao colega. que o favore a ele”.

“E eu já lhe tirei a pinta”, Assured, acreditando que as atitudes de Quinaz existem porque “há um objetivo”, embora não o esclareça. “Ele chamou-me de compromisso burro”, afirmou Ana Barbos. “Se já tiveres um ‘beef’ [desacordo] comigo em que tenha ali um grilhões…”, começou por dizer, embora não tenha terminado.

O cantor acredita que, na vida real, as coisas aconteceriam de maneira diferente. “Acha que lá fora ele teria sequer hipótese de dirigir a palavra para mim? Eu não lhe daria conversa nenhuma, porque o Quinaz para mim…”, rematou, fazendo um gesto de indiferença. “Eu não tenho relação com tal”, referiu, dizendo que, no jogo, apenas falará com o colega “cordialmente”.

“Quando olho para isto, vejo apenas um miúdo que se ilustra que é muita bom, que é muita rico, mas não é nada”

“Não admito a nenhum pirralho que me venha dizer o que é a vida, porque eu sei o que é a vida”, diz Leandro, gravando o tempo em que viveu na rua, “num banco de jardim”. “Quando olho para isto, vejo apenas um miúdo que se ilustra que é muita bom, que é muita rico, mas não é nada”, afirmou, sobre o ex-futebolista, em quem deteta “superioridade”. “Isso para mim não funciona”.

Ainda sobre a mensagem recebida por alguém da Quinaz, que recebeu por parte da Quinaz, esta mensagem, que provavelmente é que agora para aqui vinha aqui? “From hoje, vou só falar o que é cordial para ele, porque não merece sequer olhar para mim como uma pessoa porreira”, reforçado.

Mas demora, voltou a falar sobre Quinaz, desta vez com Nuno Homem de Sá, na casa de banho. “Quando você queres magoar alguém, você magoas”, projeta. “Como é que ele pode ter uma opinião minha se ele não me conhece de lado nenhum? Ele nunca me viu.

“Um dos contactos fut eu que liguei a ele: ‘olha lá, ó caro amigo, como é que é aí a tua conversazinha?'”, citar. Algo terá de depositar entre os owe na vida real e, segundo Leandro, Quinaz, as culpas nos colegas. “Ele é sempre o bom. Ou tu atacas alguém com aquilo que é real ou tu não podes fazer aquilo que foi feito ali”, concluiu.

Jaciara vs. Catarina Siqueira

Jaciara e Catarina Siqueira estavam à conversa na roulote quando a brasileira se queixou do jogo da atriz. “O jogo da tua temporada foi cuidar mais da gente”, achou. “Não é jogo, amor. Eu sou assim. O que é que tu ainda não percebeste?”, respondeu Catarina. “Ah, Catarina. Estou sendo sincera. Foi o teu jogo”, diz Jaciara, que não estava convencida.

“Não é jogo, Jaci. Eu sou assim. Tu achas que é jogo eu cuidando?”, questionador, e confirmado. “Eu acho. Foi o teu jogo que fez tu ficar ate à final. Da outra casa tu trouxe o mesmo jogo. O jogo do cuidado, de tomar conta”elaborou, dizendo que foi essa a ideia com que ficou quando saiu do “BBF1”.

Catarina mostra-se incrédula: “Eu não estou a perceber. Está a fazer-me muita confusão isso. E Jaciara consentiu. “Então pronto, é a tua opinião. Tu achas que eu estou a jogar a dever meses a fazer ser uma coisa que eu não sou?”, perguntou também.

“Aqui muita gente fingiu”, relembrou Jaciara, referindo-se a forma como Catarina é dedicada a cozinha dos outros, algo que crê ser estratégia. “Esse jogo de querer cuidar de mais, de ir lá, de fazer”. “Não é cuidar de mais, eu sou assim, Jaci. Eu estou sempre pronta para ajudar”, assegurava Catarina

Jaciara não dava o braço a torcer. “Eu quero realmente não ter essa percepção. É uma estrategia do jogo para você não ser votada”, atirou. “Eu não vou mudar a minha maneira de ser porque os outros pensam que é estrategia de jogo“, garantido a atriz. “Eu não vejo 100% verdade”, dizer Jaciara, ouvindo de volta um “Tenho pena, mas não posso fazer nada”.

“Estou completamente chocada com o que me estás a dizer. É muito fora”

“Sei que eu posso estar te magoando, mas eu estou falando o eu sinto”, frisou a brasileira, que diz, lá fora, terá visto declarações de Catarina sobre si e que, por esse motivo, tem “desconfiança”. Considere que Catarina é prestável apenas por jogo e atriz não concorda. “Estou completamente chocada com o que me está a dizer. É muito fora”, assegrou.

A ex-mulher de Deco disse ao colega de casa que acredita que 80% do que esta demonstra ser apenas jogo. “Eu saí com opinião de que você fazia tudo para gozar”, revelado. “A Catarina que está aqui a jogar a Catarina que está lá fora. Desculpa se eu su prestável, desculpa se eu su atenta aos outros, desculpa se eu tenho cuidado”, insistia a atriz.

Finda conversa entre ambas, Catarina consolo em Quinaz. Ambos referência o quanto Jaciara teria saído “magoada” da edição anterior. No meio da conversa, a atriz começou a chorar. “Ela é muito desconfiada comigo”, desacreditado. “Eu vivi coisas aqui com ela muito intensas”, explicador ao colega, que não fazia parte da mesma temporada.

“É esta espera aqui e esta esta dela que a leva aqui”, crio, justificando uma atitude de Jaciara. “Veio dela, que é uma miúda que eu gosto”. Jaciara acabou por se juntar à conversa e por admitir: “A minha cabeça está uma confusão”. Uma empresaria fiador ter saído “muito ferida” da outra casa do Big Brother.

Jaciara revela que, a partir do momento em que fez “Big Brother Famosos 1” e iniciou no “Desafio Final”, apenas voltou a lar com Catarina Siqueira, Leandro e Hugo Tabaco. Os outros colegas não terão contato, e o que mais lhe terá é Mário Jardel. “Nem quem era brasileiro, nem quem eu mais defendi”, dizer, já a chorar. “Nem uma mensagem, nada, zero. Isso dói”. Ambas terminam por se abracar e por fazer as pazes.

Leave a Comment

Your email address will not be published.