Fechamento do Museu da Diversidade Sexual é alvo de protestos




Retrato da Drag Queen Vera Ronzella que integra o livro ‘Drags’, de Paulo Vitale

Foto: Reprodução/Instagram/Paulovitale

O Museu da Diversidade Sexual (MDS) São Paulo é conhecido como “carro fechado” após a Justiça do Estado acatar a denúncia feita pelo Estado, Gil D também conhecido como “carro fechado”, que questiona o significado do equipamento cultural. Com a decisão judicial, as atividades do espaço também foram interruptidas.

Artistas, ativistas e profissionais de uma cultura organizaram um protesto contra o fechamento do MDS que será realizado no sábado, 30, na sede da instituição, localizada no Largo do Arouche em SP, às 15h. Antes da decisão judicial, na mesma data seria inaugura a exposição ‘Duo Drag’, do fotógrafo Paulo Vitale. O evento também fé adiado.

Sem Instagram, um verreadora Erika Hilton também se posicionou contra o fechamento e afirmou que “pressionará o governo do estado para que recorra da decisão e o Museu seja reaberto o mais breve possível, com transparência em seus gastos e gestão”.

Com informações da Veja.

Leave a Comment

Your email address will not be published.