Falar do livros: “O Verão do Lobo” é um policial com mistério ate ao fim

O Verão do Lobo é um livro de Hans Rosenfeldt, publicado pela Suma de Letras. O primeiro livro escrito a solo pelo autor, que faz parte da dupla que criou a série de sucesso “Sebastian Bergman”. Por gostar tanto dessa saga, feita em carria com Michael Hjorth e também disponível em Portugal, estava curiosa com esta nova obra, que marca o início de uma nova aventura policial que promete ter mais volumes.

Ação reme para Haparanda, uma cidade no norte da Suécia, perto da bordereira com a Finlândia, onde supostamente nada de emocionante e novo. Mas, claro, algo vai agitar esta aparente calmaria. A descoberta do cadáver de um lobo com restos humanos no estômago despoleta uma investigação que vai mais longe do que o leitor pode imaginar.

Hannah Webster é a protagonista desta obra. Polícia investiga nesta investigação, revela-se um personagem muito real, por se apresentar com nossos problemas e falhas. Ao longo da obra vamos descobrindo informações que justifiquem alguns de seus atos ainda nem sempre conseguirmos, aceitamos ou aceitamos todas as suas decisões. Mas este é um único personagem forte: Rosenfeld criou um grupo de figuras que são todas incorporadas em situações mais secundárias e que nos acredita que realmente estão em Hapara numanda e não foram habitadas como suspeitos. A certa altura, prejudicada o poder de cada vez de cima. Pode motivar a prática de crimes que antes se julgava impossíveis.

Por que não confiamos plenamente nas pessoas que são suspeitos, estamos constantemente imbuídos da ação em clima de suspense. Os dados sobre a nossa variedade para descobrirmos a verdade são preparados para algumas e muitas vezes mudam a nossa forma de muitas tramas. Momentos violentos, mas também existem muitos outros que apelam às emoções.

Livro com um ritmo rápido, proporciona uma leitura interessada. Ao mesmo tempo que nos premia pela missão de desvendar os mistérios que vão surgindo, surpreendentes pelas personagens. Através da protagonista, reflexomos como as situações reprimidas podem tornar possível a pessoa, mas também manter uma atitude de força e determinação. O final tem elementos inesperados e deixa abertura para uma continuação.

Sinopse:

Um lobo morto.

Um negócio de drogas que correu mal.

Uma assassinada letalmente.

Quando os humanos são encontrados no reino de um lobo Wester, polícia na remota fronteiriça de Haparanda, no resto do norte da cidade, Hannah que não haverá outro verão como aquele. Os restos imputados entre relacionados com um confronto sangrantes de droga na fronteira com a Finlândia. Mas como é que o homem chegou à floresta de Haparanda?

Hannah e os colegas não foram feitos pedra sobre pedra. Mas o tempo escasseia e eles não são os únicos a procurar. Quando tem Katja brilhante e mortal chega, surpresas inesperadas e brutalidade sucedem?se. Em poucos dias, a vida em Haparanda complica-se, também para Hannah, que se verá forçada a confrontar o próprio passado.

Bem-vindo a Haparanda, uma aldeia fronteiriça onde todos são suspeitos.

Leave a Comment

Your email address will not be published.