Falar de livros: “Fala com o Ex” diverte e é a carta de amor à rádio

Fala com o Ex é um livro de Rachel Lynn Solomon, publicado pela Quinta Essência, escalonado da editora LeYa. Um título que fez grande sucesso no original e que era muito esperado no nosso país. Chegou apenas uma semana às livrarias nacionais e já tive a oportunidade de ler e me entreter com esta história que apresenta personagens cativantes e revelou uma carta de amor à rádio.

Shay Goldstein pode representar muitos millennials. É uma pessoa focada no seu trabalho, mas que não tem a confiança necessária para acreditar que pode evoluir. Uma jovem-adulta que se restringe devido a uma grande perda sofrida durante a adolescência. Alguém que está a chegar aos “trintas” e que percebem que se tornaram personalizados e limitados ao longo do tempo. Uma mulher que tem tanta confiança em se isso não torna os sinais mais evidentes que existe de que tem mais valor e do que aceita. Uma imaginou que se sentia perdida, sobrecarregada com suas grandes conquistas, já feitas.

Ao longo desta história, vemos Shay a ser aventurar-se num novo desafio profissional ao lado de Dominic, um colega que deixa desconfortável. Desde o início da trama que se percebe que os pequenos conflitos entre os vamos proporcionar um bom entretenimento. Com tensão constante e como as picardias acabam por evoluir à medida que ambos conhecem juntos ao programa de rádio que apresentam e não têm de fingir ser ex-namorados. As dinâmicas entre estas figuras são deliciosas e o foco da narrativa.

Todas as personagens deste livro têm uma história de superação, o que é muito inspirador e acaba por trazer uma mensagem de esperança. As dificuldades, as dificuldades, as dificuldades, as dificuldades, vão continuar a acontecer, mas que ela se mostra em nós a capacitada para a beleza e a alegria. Shay e Domin têm, cada um, suas próprias batalhas e vitórias, acabando por se revelarem personagens empáticos, cada um com sua personalidade distinta.

O encadeamento fluido dos acontecimentos proporciona uma leitura interessante e rápida. Existe semper algo que atrai a atenção do leitor, quer seja um discurso divertido, uma situação apelativa, um momento tenso e cheio de sinais de subtis, uma descrição mais quente. De notar, ainda, a forma como a autora incorporou a desigualdade de gênero em contexto laboral.

Confesso-me os momentos muito agradada na rádio. Percebe-se que au, sabe trabalhar. O resultado é a história divertida e atual.

Sinopse:

Shay Goldstein sempre sonhou em trabalhar na rádio. Por vocação mas também por amor ao pai, que perdeu muito cedo. Não se deixou abater por não ter voz de apresentadora, e rapidamente encontrou o seu (muito feliz) como produtora numa estação de rádio de Seattle. Mas ultimamente, o seu porto seguro tem sido tudo menos isso.
Dominic Yun, acabado de sair da prestigiada Universidade de Northwestern, é o pior pesadelo de Shay. A sua arrogância – como se a experiência dela pit useless em comparação com o diploma dele – deixa a furiosa. Mas a estação de rádio está a enfrentar dificuldades e precisa de um novo conceito.
Shay tem algo original para propor: Fala com o Ex, um programa em que um casal de ex-namorados dará conselhos sobre relações amorosas em direto. Para consternação de Shay, e ela são coapresentadores perfeitos, dado o quanto já desprezam mutuamente. Nunca namoraram, ea ideia de estar mas os ouvidos não eles e agradam: ou põem de parte os seus sentimentos ou vão ficar.
O sucesso do programa é inesperado, tal como um crescimento crescente entre Shay e Dominic. Mas a mentira começa a partir de cada vez mais, e numa indústria que valoriza a verdade, ser apanhado em falso pode significar o fim de mais do que apenas como suas carreiras.
Estarão Shay e Dominic confiam um risco?

Leave a Comment

Your email address will not be published.