Exposições em São Paulo para o país e filhos curtirem juntos – Cultura

São Paulo está com o ambiente cultural agitado, com muitas exposições em cartaz. Isso se deve tanto em razão dos eventos a dias por causa da pandemia quanto à oferta do centenário da Semana de Arte Moderna de 22.

Por isso, eles não são relevantes para impeditivos, Para despertar mais temas como informações, procure despertar curiosidade dos pequenos antes de visitar, divulgando informações sobre os artistas que não estão no local. Quanto mais interativa será para exposição, mais adequada ela será as menores. Reserve programas mas contemplativos e que demandem mais silêncio, como a de Alfredo Volpi, para crianças acima de 6 anos.

Importante: planeje sempre os horários para não coincidir com aqueles momentos de muito sono ou fome.

‘Darwin, o original’, no Sesc Interlagos

A vida e descobertas de Charles Darwin (1809-1882), autor de A Origem das Espécies, são de forma lúdica, com filmes interativos e jogos em uma área de 700 m² A exposição conta com uma seção que apresenta as eras geológicas e históricas no Brasil, por meio de fósseis, da formação dos minérios e da arqueologia indígena. A sala explora ainda o Brasil do século 19 e a passagem de Darwin e outros viajantes em nosso território.

Para complementar a experiência, na área externa do prédio exibe uma intervenção Trilhas de Darwin, que projeta um exercício de observação das espécies de aves locais para que o público sinta como um naturalista, cria uma relação com a fauna e flora do Ses Interlagos.

Sesc Interlagos. Av. Manuel Alves Soares, 1.100, Parque ColonialAté 11/12. 4ª, dom. e feriados, das 10h às 16h30. Livre. Recomendação etária: a partir de 8 anos.

‘Portinari para todos’ no MIS Experience

NO exposição é superinterativa, o que faz toda a diferença para os pequenos. Recursos audiovisuais e sonoros do artista uma experiência imersiva no universo. Logo na entrada, tomadas de pincéis localizadas de, na sala e vão chegando cor e como no clima. Em estações de quebra-cabeça, os visitantes podem colocar as peças sobre uma tela. Na área de trazer dos telões aroma e rem de obras como O Lavrador de Café.

Até 10 de julho. 3ª a 6ª dom. 10h/17h; sab. e feriados das 10h às 18h. Ingressos a partir de R$ 30; gratuito às terças. Entregue; mis-sp.org.br.

‘Amazônia’, de Sebastião Salgado, no Sesc Pompeia

NO mostra é uma maneira interessante de ensinar mas às sobre a Amazônia, um tema que é produzido nas escolas desde cedo. A exposição traz 200 fotos, projeções e vídeos, resultado de sete anos de imersões fotos de Sebastião Salgado na região. Como imagens foram capturadas por terra, água e são e representam a floresta, os rios, as montanhas e a vida das comunidades indígenas.

Sesc Pompeia, área de convivência (R. Clélia, 93). Verão 31/7. 3ª a sab. 10h30/21h (entrada 19h30); casa e feriados 10h30/18h (entrada às 16h30). Livre.

‘Identidades – 22&22&22’, no Farol Santander

NO exposição liga 1822, ano da Independência do Brasil; 1922, ano da Semana de Arte Moderna; e o cenário atual em 2022. A mostra está fortaleza em três andares, com mais de 140 obras, entre as quais uma das principais obras de Cândido Portinari, o mural Tiradentes (1948-1949) e sete obras de Tarsila do Amaral. Aproveite para conhecer como atracões fixas fazer local.

Verão 22 de maio. 3ª a dom. 9h às 20h R$ 30 pelo local e biblioteca do local. Inclui visitação no prédio. Entregue.

‘Volpi Popular’, no MASP

NO mostra no MASP traz 100 pinturas de vários períodos da carreira de Alfredo Volpi (1896-1988) e cobre o interesse do pintor pelos temas do imaginário brasileiro, com festas populares, fachadas, ícones religiosos e bandeiras. Ótimo para crianças que começaram a estudar artistas na escola.

Verão 06/05. 3ª 10h/20h; 4ª a dom. 10h às 18h Adultos R$ 50 (interno); 3ª e 4ª grátis. Reservas: masp.org.br

Leave a Comment

Your email address will not be published.