Editora portuguesa de livros escolares contrata banco de investimento internacional para vender ações – Executive Digest

Os acionistas do Grupo LeYa, editora portuguesa de referência de livros escolares, contratam os serviços do banco de investimento internacional William Blair para vender uma participação maioritária das suas ações.

A informação avançada pelo espanhol jornal ´Expansión´, de acordo com as fontes próximas do assunto.

O Grupo Leya é 100% controlado por aqueles que eram seus sócios agora eram seus executivos: Isaas Gomes os sócios, Tiago Morais Sarmento e Pedro Marquentes, que ontem são seus sócios executivos.

A ex-deputada do CDS-PP Ana Rita Bessa assumirá o cargo de presidente executivo da LeYa em Portugal, substituindo Isaías Gomes Teixeira, que se mantém como presidente do conselho de administração, anunciado hoje o grupo.

De acordo com comunicado do grupo, Tiago Morais Sarmento e Pedro Marques Guedes, com administradores como áreas operacionais e financeiras, respectivamente, passam a administradores não-executivos.

A ‘Executive Digest’ pediu esclarecimentos sobre este assunto ao Grupo LeYa e aguarda resposta.

(Notícia em atualização)

Leave a Comment

Your email address will not be published.