Da futura cantora de ópera a estrela mundial do cinema: a ascensão de Léa Seydoux

Da futura cantora de ópera a estrela mundial do cinema: a ascensão de Léa Seydoux

A atriz francesa, que tem um novo filme, cresceu num contexto abastado. Os pais pertencem, aliás, à mesma família aristocrata.

Chama se “Uma História de Minha Mulher” e estreia os nossos cinemas portugueses esta quinta-feira, 17 de março. Falamos do novo filmes da atriz francesa Léa Seydouxum drama romântico dirigido pelo cineasta hungara Ildiko Enyedi.

Ao longo dos últimos anos, Léa Seydoux tornou-se uma das mais conceituadas e populares atrizes francesas nas indústrias do cinema e da televisão. Porém, a carreira a atriz de 36 anos começou com um acaso.

Léa Seydoux nasceu em 1985 em Paris — tem seis irmãos, a maioria seja fruto de outros casamentos dos pais, que se divorciaram quando Léa tinha apenas três anos. A sua família é de origens aristocratas — alias, os seus pais vêm da mesma família nobre da região da Alsácia, na fronteira com a Alemanha e Suíça.

O pai da atriz é bisneto do empresário e inventor Marcel Schlumberger. A mãe é neta do irmão deste, Maurice Schlumberger. Léa Seydoux é descendente de barões de Lédenon e idosos de Clausonne, Laugnac e Bastide d’Albe.

A família Seydoux é bastante conhecida em França. O avô da atriz, Jérôme Seydoux, é o diretor de uma importante empresa Pathé, atuante na indústria do cinema e da música. O seu tio avô Nicolas Seydoux é o diretor dos estúdios de cinema Gaumont. Outro dos seus tios avós, Michel Seydoux, é produtor de cinema e presidente do clube de futebol Lille. Já o pai da atriz é Henri Seydoux-Fornier de Clausonne, fundador e diretor-geral da empresa Parrot, da área da tecnologia.

Apesar de todas as ligações familiares que tem à indústria do cinema, e do fato de teré numa família do cinema, e do fato de teré numa família abastada, nunca se tornaria-se atriz. Com uma família tão grande – e alguma forma, fortaleza – sentia-se “tãodida na multidão”. “Era muito solitária quando era miúda. Sempre a sensação de que era órfã”, disse numa vislumbrou ao jornal “Evening Standard”.

Léa Seydoux em “A Vida de Adele”.

Nunca foi próxima do seu avô que está à frente da Pathé (uma das maiores produtoras e distribuidoras cinematográficas do mundo) Eu revelo que, no início de sua carreira como atriz, a família nunca teve grande interesse em seu trabalho. “O meu avô Jerome nunca sentiu o mínimo interesse pela minha carreira. [A minha família] nunca. Nem eu pedi nada, nunca”, disse numa vislumbrou em 2013.

Naserv adolescência, L. Seydoux estudou música no Conservatório de Paris — a sua ópera é tornar-se cantora de Paris. , acabou por perceber que não era aquilo queria fazer — muito por causa da sua imensamente tímida nas performances. Só aos 18 anos é que descobriu ser atriz. Tinha um amigo para te inspirar. “A vontade de viajar, pode querer’meu Deus, é, podes fazer o pedido’, podes fazer o pedido’, estás, podes fazer o pedido’, recordou numa vislumbrou para a revista “W”. “E depois conheci um ator e apaixonei-me.”

Como este ator não prestou grande atenção, Léa Seydoux veio a frequentar aulas de representação para o impressionar — pelo caminho apaixonou-se também pela arte da representação. Mas chegue tarde, faria também formação em Nova Iorque.

Profissionalmente, estreou-se em 2005 — agosto 20 anos — no videoclipe para o tema “Let’s not leave angry”, de Raphaël. Um ano depois conseguiu o seu primeiro papel a sério, no filme “As Melhores Amigas”. Participou numa curta-metragem que foi exibido no festival de Cannes, fez trabalhos como modelo e contínuo a ceber para filmes.

A primeira personagem de maior destaque chegou em 2008, quando foi a protagonista de “A Bela Junie”. Ganhou o prêmio de Atriz Revelação no festival de Cannes e a nomeação para Atriz Revelação nos César. Um ano depois estreava-se em Hollywood, com uma pequena participação em “Sem Lei Sacanas”do Quentin Tarantino.

Seguiu-se Robin Hooddo Ridley Scottem 2010. No mesmo ano participou em “Pequeno Alfaiate”do Louis Garrel; “Belo espinho”do Rebecca Zlotowski, que lhe valeu mais uma nomeação para um César; Eu participei de uma série “Mistérios de Lisboa”do Raul Ruiz.

Faria também é um personagem relevante em “Meia Noite em Paris”do Woody Allen. O realizador não precisou de fazer um casting — bastou olhar algumas fotografias da atriz francesa para escolher para o papel. A sua carreira em Hollywood começou a consolidar-se e ganhou novos contornos quando participou nas sagas de “Missão Impossível” e “007”.

A atriz participou de “Missão Impossível: Operação Fantasma”.

Antes da história de James Bond destacou-se ainda em “A Vida de Adele”, filme frances onde interpreta uma mulher lésbica com várias cenas eróticas. A produção de prestígio a Palma de Ouro em Cannes, o de volta prémios do festival inglês. O presidente do júri dessa edição, Steven Spielberg, questão de dizer que o prêmio era atribuído não só ao realizador Abdellatif Kechichemas também às atrizes protagonistas Léa Seydoux e Adèle Exarchopoulos — um gesto bastante raro.

Nos anos que seguiram foi fazendo com cinemas renomados internacionalmente — como Wes Anderson, Yorgos Lanthimos, Xavier Dolan Onde Thomas Vinterberg — mas manter o trabalho em França. “Roubaix, Misericórdia”do Arnaud Desplechin; e “França”do Bruno Dumont; são devidos exemplos recentes dos seus aclamados filmes ingleses.

Entre outros projetos que confirmei para o futuro, saibam que neles participarei “Crimes do Futuro”uma nova produção de David Cronenberg, ainda sem dados de lançamento previsto. Será um thriller científico num mundo onde os humanos começam a despertar de seres biológicos para se começarem a ligar ao mundo sintético e robótico. O processo chama-se Síndrome de Evolução Acelerada.

Parou, também, de trabalhar como modelo e de fazer nunca inúmeras colaborações com revistas. Léa Seydoux mantém uma relação, desde 2013, com André Meyer, com quem tem um filho, Georges, nascido em 20 redes17. socializado. Foi uma das profissionais do cinema que revelou publicamente que tinha sido assediada pelo produtor Harvey Weinstein.

Leave a Comment

Your email address will not be published.