“Culpo-me a mim mesmo todos os dias…”

Tomás Santos, ex-ator da série ‘Morangos Com Açúcar’, cumpre uma pena de prisão de 11 anos.

Tomás Santos, ex-ator da série ‘Morangos Com Açúcar’, esteve a falar com Júlia Pinheirono programa ‘Júlia’, onde falou sobre o tráfico de droga e os últimos anos passados ​​na prisão.

“Para mim era o único possível para tentar equilibrar a situação financeira que tinha na altura. Tinha consciência da gravidade do crime, tanto tinha pensado que não teria pensado tanto tempo naquilo e nunca pensaria que eu fosse relevante nesse tipo de crime. A minha ideia era: ‘Vou fazer só agora porque preciso. Se modeste esconder de toda a gente, esconderia”começou por dizer.

Na altura acabou por ser apanhado em flagrante delito, em 2013, e foi condenado a nove anos de prisão. No entanto, em 2015 voltou a cometer o mesmo erro e ficou com uma pena mais pesada: 11 anos e seis meses.

“Porque da minha primeira vez, não aprendi a lição que devia ter aprendido […] Não aprendi à primeira, não aprendi o respeito que deveria ter ganho perante o sofrimento que eu próprio passei, mas principalmente que causei aos outros. Aí, sim, cometi o maior erro da minha vida”acrescentou.

“Ninguém vive dentro da cadeia. Não é vida nenhuma […] Culpo-me a mim mesmo todos os dias, nestes sete anos. Onze anos e é uma pena alta, verdade, mas não é considerada que eu vou ter, é o sentimento de culpa que eu vou carregar o resto da vida. Isso não tem um limite de anos”contínuo.

Tomás Santos ainda realçou que a prisão lhe mudou uma perspectiva de vida: “Eu costumo usar uma frase que digo aos meus filhos que é: ‘O homem que eufu, o homem que eu sou e o homem que serei são três pessoas totalmente diferentes’. E é verdade”.

Leia Tambem: Tomás Santos, ex-ator da TVI, cumpre pena de 11 anos na prisão: “Cometi o maior erro da minha vida”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue tem App gratuito. Download da Apple Store Download do Google Play

Leave a Comment

Your email address will not be published.