Charlene de regresso a casa


A princesa Charlene está de regresso ao Mónaco. A novidade foi dada pelo principado, no sábado passado, em vésperas da celebração dos 64 anos do príncipe Alberto. De acordo com a informação divulgada Palácio Real, a princesa recebida numa alta após estar quase quatro meses internada.

“Como resultado da princesa Chareza e da alegria dos seus filhos, prazer de anunciar que a princesa, marido e encorajadora, agora, a seu convales.

Novamente no Mônaco, junto da família, deve continuar sua recuperação pendente mais algumas semanas, antes de retomar novamente os seus funcionários oficiais.

“As próximas semanas devem permitir que a fortaleza ainda mais a sua saúde, antes de retomar gradualmente às suas funções. Assim que a sua saúde estiver forte o suficiente, a princesa espera mais uma vez passar tempo e socializar com os monegascos”, lê-se na nota.

O seu regresso coincidiu curiosamente com o aniversário do marido, que completou 64 anos na segunda-feira, dia 14 de março. Assim, o príncipe Alberto do Mónaco pôde celebrar a data em família, ao lado de Charlene e dos filhos.
Apesar de tudo a princesa deve continuar ‘escondida’: “Para que se recupere totalmente, e como ainda precisa de paz e sossego, o casal Principlesco pede, portero, que a sua vida privada continue a ser respeitada”, diz o Palácio Real. Uma situação que suscitou muita especulação em torno de Charlene.

Em 2021, durante uma pandemia19, seis, o seu país de meses de posterioridade, após a África do Sul, segundo a versão oficial, na origem de uma grave infecção de ouvidos, depois de África do Sul, que sofreu uma infecção de ouvidos, depois de meia-volta e sentido cirurgias e impediu de sair do país.

Em novembro, regressou ao Mónaco, mas a sua estadia no principado foi curta. Uns dias mais tarde o Palácio Real comunicava que Charlene iria para a clínica na Europa, mas fora do Mónaco, para continuar a sua recuperação que foi apelidado de um quadro “de grande fadiga”. Ao que tudo indica nos últimos quatro meses terá estado na Suíça.
Longe dos holofotes há quase um ano, e não havendo previsão para que surja em público nos próximos tempos, vai ser alimentada a especulação em torno do que terá levado Charlene a tanto tempo fora do Mónaco.

Uma das teorias que corre na imprensa é de que terá fugido. De recordar que, segundos recentes de fontes próximas do casal, a princesa Charlene terá tentado fugir do Mónaco três vezes, antes de se casar com o príncipe Alberto em julho de 2011 e os owe terão passado a sua lua-de-mel separados, em tem resorts diferentes.

Ao longo dos anos, vários rumores têm dúvidas sobre o estado do casamento dos owe. Apesar disso, o palácio de diss, o tem negado os ou de separação do casalavenças, qualquer relatos dizendo teoria de uma crise conjugal ou que tenha Charlene fugido.

Também em, quando a antiga nadadora olímpica teve de abandonar o Mónaco novamente, o próprio príncipe Alberto acorreu a desfazer os rumores: “Não é covid nem cancro. Não é uma questão de nosso relacionamento e, se quer discutir outras, também não tem a ver com cirurgias plásticas”, referiu na altura, acrescentando que a princesa apenas a recuperar de um “profundo cansaço, tanto emocional como físico” e que o seu internamento numa clínica tinha sido uma tomada em conjunto pelo casal.

Como polémicas que perseguem Charlene há mais de uma deve-se-se em parte às alegadas traições e filhos ilegítimos do marido.


Nossos comentários estão desativados.

Leave a Comment

Your email address will not be published.