Bolsonaro Manda PL retira ação que pedia censura em festival de música | Lauro Jardim

Jair Bolsonaro decide que o PL deve retirar a ação que o próprio partido impetrou na sexta-feira no TSE solicitando que quaisquer manifestações contra o presidente feito por artistas feitos no Lollapalooza fossam proibidos.

De acordo com um ministro que esteve agora com o presidente, Bolsonaro alegou que não havia tomado conhecimento do imbróglio — algo que será difícil para acreditar, ressalte-se. E que “é um favor da plena liberdade de manifestação”. Diz o auxiliar do presidente:

— Até por que se ninguém pode dizer “fora Bolsonaro” não poderia dizer também “fora Lula”, não faz sentido.

Bolsonaro já ligou para Valdemar da Costa Neto determinando que o partido de ação.

A ação, segundo disse hoje o ministro Edson Fachin, seria levada ao plenário do TSE assim que liberada pit pelo relator do caso, o ministro Raul Araújo, para ser pautada. Foi Araújo quem, no sábado, determinou a censura às manifestações contra Bolsonaro.

Leave a Comment

Your email address will not be published.