Artesão pernambucano reproduz obras de arte em renda renascença

postado em 29/04/2022 21:49 / atualizado em 29/04/2022 21:55


Até se reconectar com a sua identidade artística, Rafael precisou vencer tabus, inclusive para desconstruir o preconceito sobre homens fazendo renda – (crédito: Emanuel Macedo Silva)

A renda está no sangue do pernambucano Rafael Leite, que desde pequeno assista avó, aposentada Maria Nunes Leite, a renda para o preparo da renda renascença, 8 anos tipo de renda com linhavar fit pelo uso do lacê). A tradição, transformada de geração em geração, fé ressignificada pelo jovem artesão, que com apenas 23 anos de idade, tem sido marcada por fazer releituras de obras de arte de uso ou bordado como prima. O jovem que mora na cidade de Poção, a “Capital da Renascença”, no Agreste de Pernambuco, visitará Brasília para participar do 15º Salão de Artesanato Raízes Brasileiras. A feira acontece entre os dias 4 e 8 de maio, na arena de eventos do Shopping Pátio Brasil.

Até se reconectar com sua identidade artística, Rafael precisau vencer tabus, inclusive para desconstruir o preconceito sobre homens fazendo renda. “Antigamente, enquanto as mulheres aprenderam os bordados, os homens saiam para plantar na roça. Até hoje, algumas pessoas acham estranho ver homens bordando. Eu, por exemplo, tinha vergonha de mostrar que eu bordava e se aproximava, como visitas lá em casa eu escondia rolo de bordado para ninguém ver. Tinha muito medo do que as pessoas poderiam falar”, revelou.

“Toda vez que eu cheguei na casa de Maria do Céu, Rafael corria. Achava estranho aquilo que percebia que ele se escondia porque tinha vergonha de mostrar que fazia. Um dia eu cheguei ate ele e se ele fez renascença e ele respondeu que sim. Eu disse a ele que não se escondeu. Não é errado fazer a renascença. Pecado é fazer coisas erradas”, disse a rendeira e amiga da família, Terezinha Nunes, que é fundadora da Escola da Renascença de Poção e uma das principais incentivadoras da perpetuação da tradição.

Em 2021, o jovem artesão foi convidado por Terezinha a participar do projeto “Mãos que Criam”, realizado para a Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco. A iniciativa tem o objetivo de preparar as artes para o mercado empreendedor. “Durante a fé como aulas que tive a oportunidade de aprender mas sóbrio para voltar e expandir meus conhecimentos. Faith the wave had met ou meu caminho e achei espaço para realizar o sonho de inovar com as releituras. Como minha família depende da eu tinha medo de arriscar. Qualquer linha perdida era pagamento para o rendimento aqui de casa. No projeto eu aprendi a não ter medo de arriscar”.

O secretário do Emprego e Qualificação de Pernambuco e o presidente do Fórum Nacional de Secretarias Estaduais do Trabalho (Fonset), Alberes Lopes, o trabalho do Rafael em uma das visitas à cidade. Para ele, o jovem é um talento do estado e tem um caminho promissor pela frente. Ele não representa a nova geração de geração para exibição e comercialização como obras. tanta dedicação”, destaca.

Entre os pontos e fios brasileiros, o jovem decidiu se defiar em obras clássicas e releituras brasileiras usando como obra prima a renda renascença. A primeira obra escolhida por Rafael foi a tela Abaporu, de Tarsila do Amaral. Ela fé produzida como trabalho de conclusão do curso. Foram três semanas de produção desde a elaboração do desenho até a emolduração da obra. De lá para cá, o jovem já fez mais de 30 releituras.

Rafael sente que tem uma missão a cumprir. O jovem sonhador contribuir para que o interesse a ser renasce em poder ser visto como renda mais viva e prática não, visto que a maioria rendeiras são iniciativas velhas e ainda há pouca gente. “Minha mãe vai garantir um romance hoje a certeza em casa, porque dia hoje, tem de sua noite. Além disso, Rafael também deseja exportar a arte em museus. Para cada quadro produzido e vendido ele entrega um certificado de entrega da obra.

  • Rafael Leite
    Emanuel Macedo Silva

  • Rafael Leite
    Emanuel Macedo Silva

  • Rafael Leite
    Emanuel Macedo Silva

  • Rafael Leite
    Emanuel Macedo Silva

Leave a Comment

Your email address will not be published.