A arte de se relacionar com o filho adolescente

A adolescência, na perspectiva dos pais, talvez seja o período de maiores dificuldades de relacionamento com os filhos. Neste episódio da série “Conversas sobre Educação Parental”, da Notícias de Canguruconversamos com o psiquiatra e psicoterapeuta Wimer Bottura sobre o tema.

Bottura ressalta que como as relações amorosas são construídas entre pais e filhos, que são verdadeiras e momentos de raiva, que precisam ser administrados. Além disso, o psiquiatra pontua que muitas vezes a rebeldia adolescente é agravada quando os filhos percebem que não há espaço de diálogo com seus pais. Ouvir é sempre o melhor remédio, diz o médico. Respeitar a privacidade do adolescente também é algo crucial. Lembre-se de que você também já foi adolescente, pontua o psiquiatra.

Outro conselho importante da Bottura: nenhum pai será amigo do filho, como nenhum filho será amigo do pai, por mais próximos que sejam. Há questões da vida íntima dos filhos que os pais não devem e não precisam saber, ele aconselha. Veja a íntegra da entrevista, em que aborda ainda o tema ansiedade na adolescência.


LEIA TAMBEM


Malu Delgado é mãe da Nina, 8 anos. Jornalista, tem mais de 20 anos de experiência em coberturas políticas para veículos como “Valor Econômico”, “O Estado de S. Paulo”, “Folha de S. Paulo”, revista “piauí”, “Jornal do Brasil”, “iG ” e “Globonews.com”. Pós-graduada em Gestão de Políticas Públicas, atua no momento como colaboradora da Deutsche Welle Brasil, freelancer e consultora de comunicação da Canguru News.

Leave a Comment

Your email address will not be published.